terça-feira, 29 de julho de 2014

Exclusivo: Padre Evandro se despede da Paróquia da Catedral de Senhora Santana em Serrinha


Página pessoal do Padre Evandro



Em sua conta pessoal no Facebook, o Padre Evandro Andrade anunciou que não será mais o Administrador da Paróquia da Catedral de Senhora Santana. Confirma abaixo a carta aberta a comunidade:

Meu querido povo da Paróquia da Catedral Senhora Santana,
Na missa dessa noite nosso Bispo Dom Ottorino Assolari anunciou a minha transferência para a Paróquia São João Batista de Barrocas. Essa transferência responde a minha necessidade pessoal, uma vez que minhas médicas já vêm há um tempo insistindo que eu preciso "desacelerar" para concluir meu tratamento e, ao mesmo tempo, responder a uma necessidade da nossa diocese, com a saída do Pe. Márcio de Barrocas - Ba. Devo confessar-lhes que, embora justificada, a aceitação dessa mudança não tem sido tão fácil. Serrinha é minha casa e vocês são o meu povo e deixar nossa casa dói. Com vocês eu aprendi a ser padre, pastor, pai... Aqui encontrei amigos e filhos. Como já disse outras vezes: eu não sei ser padre fora de Serrinha. Agora terei que aprender. Vocês festejaram comigo os momentos mais significativos de minha caminhada vocacional e me sustentaram na hora da mais profunda dor. Seus rostos, atitudes, palavras estão encravados em minha alma e isso não há quem tire. Nenhuma palavra seria suficiente para externar o turbilhão de sentimentos presentes em mim. Só faço um pedido a vocês: cuidem do Pe. Ruthberg Pereira e, mesmo em outra cidade, não me abandonem. Porém, como diz o poeta "quem ama parte e deixa partir". É hora de lançar as redes em outros mares... Ao povo de Barrocas já posso garantir: fiquem tranquilos, pois nem por um instante faltará a vocês um amor de pastor. Estou chegando para cultivarmos juntos a civilização do amor. Rezem por mim!

Serrinha-BA, 28 de julho de 2014
Padre Evandro Andrade

Missa e procissão marcam o encerramento da festa de Santana

Dentro de instantes matéria nesse portal de notícias.

Paróquia da Catedral festeja a padroeira de Serrinha, Senhora Santana

Foto: Thiago Rodrigues
No sábado, 26 de julho, feriado municipal, o povo serrinhense lotou a Catedral para festejar a padroeira do município, Senhora Santana.

Celebração presidida pelo Bispo diocesano Dom Ottorino Assolari, a liturgia convidou a assembleia a entrar no clima de fé e devoção pelo encerramento do novenário com grande festa.

A expectativa dos fiéis estava voltada para a tradicional mensagem que Dom Ottorino dirige aos paroquianos e diocesanos sobre algum tema espiritual e social que, em sua homilia, o abordou o sínodo diocesano, a situação vocacional, a reforma da Catedral, e a questão da saúde no município de Serrinha.

Sobre os primeiros resultados dos dados coletados nas paróquias como parte das atividades do Sínodo Diocesano, Ottorino lamentou que apesar da maioria dos cidadãos se declararem católicos, cada vez mais os fiéis se colocam a margem de Deus e da Igreja se tornando alvos fáceis dos mercantes de religião e dos produtos imorais apresentados como caminhos de emancipação e libertação.

Demonstrou preocupação com relação aos problemas referente aos sacramentos da Igreja, a exemplo do matrimonio onde “os casados na Igreja são bem menos do que os conviventes. Os problemas relativos ao matrimônio que se arrastam entre nós, tais como a convivência, o divórcio, a separação, o aborto, as uniões homoafetivas, representam uma derrota da dignidade humana mesmo que sejam amparadas pelas leis civis que não bastam para garantir os comportamentos virtuosos. As leis são feitas para garantir a ordem. Mas como nos lembra São Paulo, o homem é justificado não pela Lei, mas pela fé em Cristo”, exclamou o Bispo.

Se referindo ao problema da saúde: “Com a saúde não se brinca, mas aqui se costuma brincar com a saúde de quem não tem planos e não tem recursos. É uma vergonha ter que recorrer a políticos para um servido que é devido e que deveria ser oferecido com a maior presteza e com a competência necessária. Eu pergunto: onde está o programa Mais Saúde, direito de todos, tão bonito no papel e tão falho na prática? A letra “s” de saúde deve ser letra maiúscula como os nomes próprios para expressar a importância e a dignidade da palavra. Em nossas cidades daqui da região, mesmo com algumas diferenças positiva, a saúde nem letra minúscula tem!” denunciou o bispo.

No final da homilia, suplicou a Senhora Santana que cada vez mais apresente ao seu rebanho Jesus como caminho, verdade e vida.

Foto: Thiago Rodrigues

Por Fernando Nunes - Redação da PASCOM 
Fotos Thiago Rodrigues - https://www.facebook.com/thiagoigrejaviva?fref=ts

Nona noite da Novena em louvor a Senhora Sant’Ana destaca tema sobre juventude

Foto: Mércia Silva
A noite da sexta-feira, dia 25 de julho, destacou o tema “Juventude e Missão: Jovens evangelizando jovens”.

Ainda da manhã dessa sexta-feira, a programação seguiu com a tradicional caminhada de Sant’Ana as 6h da manhã seguindo com a Santa Missa às 19:30 que foi presidida pelo Pe. Téofanes que ajudou aos presentes a refletir sobre este chamativo e importante tema.

Em sua homilia, Padre Téofanes destacou que os jovens são responsáveis em pregar o evangelho a toda a humanidade, mas admite o desafio da Igreja em evangelizar nesta nova realidade onde as redes sociais são as novas praças em que a palavra de Deus precisa ser anunciada.

A nona noite novenário teve como homenageados o núcleo IV – Urbano, a Pastoral da Juventude, Coroinhas e o SAV (Serviço de animação vocacional) que vem exercendo um trabalho importantíssimo de alimentar o discernimento para novas vocações além dos motoristas e motociclistas em comemoração ao dia de São Cristóvão, seu padroeiro. 

Após a celebração, a noite encerrou-se com um divertido e animado leilão. Fotografias do novenário de Senhora Santana você acompanha no seguinte endereço: https://www.facebook.com/thiagoigrejaviva?fref=ts

Por Thiago Rodrigues – Redação da PASCOM

O Dízimo é destaque na oitava noite do novenário de Santana 2014

Maiores informações confira no nosso portal de notícias!

Sétima noite do novenário de Santana abordou o tema família

Foto: Mércia Silva

Com o sentimento de fé renovada, o povo serrinhense lotou a Catedral de Santana no dia 23 de Julho para render graças na sétima noite da festa da excelsa padroeira.

Com o tema “Família Católica: protagonista da Evangelização”, a missa foi presidida pelo Padre Enivaldo e teve como homenageados o Núcleo III – Urbano, Pastoral do Dízimo e Ministro dos Enfermos, Professores e Estudantes.

Ao canto “a nós descei divina luz” o padre destacou em sua homilia que a leitura ajuda a entender como Deus nos conhece e cuida de nós. 

Afirmou que a família é o lugar da santidade que também começa na nossa família e que Deus nos contratou para darmos testemunho da sua Palavra por meio da fé e por meio da Evangelização: “se nós que somos cristãos, que somos católicos, e a palavra ‘católico’ significa ‘eu creio’, eu creio que eu posso ser uma família diferente, não para ser melhor, mas para viver melhor’, e é por esse acreditar que a Palavra vai nos conduzir com a santidade”, disse o padre.

Ao final da celebração, o padre Evandro agradeceu a todos e convidou a assembleia para o grande dia em que mais demonstramos a fé em Deus pela intercessão de Senhora Santana participando de toda a programação dos próximos dias da novena dedicados a ela.

Por Mércia Silva - Redação da PASCOM

Devoção e fé marcaram a sexta noite da Novena a Senhora Sant’Ana na Paróquia da Catedral

Foto: Mércia Silva
Devoção e fé marcam a noite de terça-feira, 22 de Julho, da Novena de Senhora Sant’Ana na Catedral localizada na Praça Miguel Carneiro em Serrinha.

A atividade do dia iniciou às 6h com a caminhada de Santana para a Comunidade Bomba. Na sexta noite da novena, a celebração foi presidida pelo Padre Marcio Martins da Paróquia Nossa Senhora da Conceição em Euclides da Cunha, e teve como tema "Catequizar é fazer ecoar o Evangelho da alegria", tendo como homenageados as comunidades do Núcleo III- Rural, a Pastoral da Catequese e Infância Missionária, Feirantes e profissionais liberais.

Na homilia, Padre Marcio destacou que diante o tema da noite somos convocados a falar com nosso coração diante da presença de Deus e o nosso compromisso como Cristãos deve nascer e brotar profundamente no coração. Com isso, celebramos a memória de Santa Maria Madalena aquela que soube diante da presença do Senhor também deixar ser cativada e ser preenchida pela presença do Cristo e dessa forma anunciar e proclamar com alegria o Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo.

Sobre o tema, o Padre pontou que, para muitos, catequizar se resume a uma vida de catequese em que a criança na sua fase inicial do conhecimento religioso por ali se adentra e para. Mas com contrário “catequizar é viver verdadeiramente a nossa vida cristã todos os dias”, afirmou Padre Marcio Martins.

Questionou ainda se nós cristãos católicos deixarmos de catequizar, de anunciar a Palavra de Deus, quem vai dizer? Lembra que não é fácil o compromisso de catequizar em outros espaços, mas devemos adentrar e buscar a certeza de que não estamos sozinhos, que Deus se faz presente na nossa vida.

Após a celebração eucarística, a quermesse da sexta noite da novena teve como apresentação da Orquestra Sanfônica que apresentou um repertório de músicas regionais e os grandes sucessos de Luiz Gonzaga no palco principal instalado em frente à Catedral.


Foto: Mércia Silva

Foto: Mércia Silva

Por Mércia Silva – Redação da PASCOM